Vinhos Pierre Point- a melhor experiência de hospitalidade na Austrália!

Depois de termos saído da Great Ocean Road, em vez de voltarmos imediatamente a Melbourne, como o circuito turístico tradicional faz, resolvemos explorar uma outra parte do estado de Victoria, partindo em direção ao interior para descobrir a zona dos Grampians.

O que há para ver por aqui? Essencialmente duas coisas. A principal e que nos chamou à atenção enquanto procurávamos folhetos informativos no Turismo em Melbourne é uma cadeia de montanhas rochosas, não muito altas, mas com uma formas bicudas que se lançam no vazio, olhando as planícies lá em baixo, onde podemos encontrar a segunda atração da região: o campo australiano, com as suas grandes plantações e campos de pastagem!

Os Southern Grampians que atravessámos nesse primeiro dia estão cobertos destas paisagen agrícolas, onde a roadtrip parece ganhar o seu verdadeiro significado, e o destino não é o objectivo da viagem mas sim o próprio caminho. Fizémos uma soundtrack no spotify para nos acompanhar nas horas atrás do volante. Claro que Men at Work- Down Under era a nossa favorita!

DSC_0149

DSC_0124

Era já fim da tarde quando entrámos pelas estradas dos Grampians a dentro. Os campos estavam dourados do Verão que se terminava, fazendo pensar nas planícies alentejanas, mas com uma extensão proporcional ao tamanha da Austrália. Já de si incrível a paisagem, imaginámos como a paisagem de Inverno, com os campos verdes até perder de vista seria completamente diferente.

Os cangurus também começaram a dar sinal de vida e começaram a aparecer, dando um cunho ainda mais australiano à paisagem!

 

Onde ficámos

Há certos alojamentos que ficamos, quer seja  pela sua qualidade, pela hospitalidade dos donos, pela decoração ou localização que transcendem o próprio destino turístico em si, tornando-se eles próprios atração. Foi o que sentimos quando ficámos no Pierre Point B&B, uma herdade vinícola rodeada por enormes campos de pastagem e de cultivo, onde fomos recebidos pelo Andrew e Jennifer- com a maior simplicidade e hospitalidade. Houve logo uma boa onda com este casal por também terem feito uma volta ao mundo nos seus tempos de juventude. Histórias de guerra foram prontamente trocadas enquanto fazíamos a degustação dos excelentes vinhos produzidos na quinta. Longe de serem uma grande quinta, os PierrePointwines são o típico produtor apaixonados pela arte de fazer vinho e que a venda ainda é feita principalmente de cliente a cliente, com um cunho pessoal e amigo.

Para digerir o vinho fomos passear pela propriedade, entre as vinhas, até a um pequeno lago, sempre seguidos pelo cão mais brincalhão do mundo, o Bear, enquanto o sol se ia pondo, lá ao fundo, deixando no ar aquela luminosidade e calorzinho agradáveis de fim da tarde. Ao fundo ouvíamos o barulho de um pequeno trator conduzido pelo Andrew, a tomar conta das vinhas antes de serem podadas na semana seguinte….

Há sítios que nos sentimos simplesmente bem e bem vindos, como em casa,em paz. Este foi um deles.

DSC_0147

DSC_0140

DSC_0134

DSC_0132

DSC_0126

 

2015-03-25_1346

 

Nota: Ficámos no Pierre Point B&B a convite dos donos. Como sempre as opinioes aqui expressas sao as nossas.

 

 

Comments

comments

Comments are closed.