Palavra a quem é de lá: Varsóvia

 

170_23143187232_2059_n

A Monika

Nesta edição da rúbrica “a palavra a”, e depois de termos falado com a Joana e o Goncalo que visitaram a Islândia e a Maria Inês que visitou o Perú, vamos dar a palavra a quem é nativa duma cidade estrangeira. Escolhi Varsóvia para inaugurar esta primeira contribuição estrangeira, já que é uma cidade com que tenho uma relação especial, por ter lá morado dois anos!  Pedi à Monika, a primeira pessoa que conheci quando cheguei a Polónia, e que me albergou durante vários dias, para  nos falar acerca da sua cidade!

 

 

 

 

 

Como descreverias Varsóvia numa palavra?

Cidade de Retalhos! Varsóvia é uma combinação de velho e novo, histórico e moderno, verde e cinzento, bonito e kitsh- podes encontrar de tudo em Varsóvia!

 

O que é que gostas mais acerca de Varsóvia?

O facto de não ser uma cidade obviamente bonita , atraindo somente turistas curiosos!

 

Varsovia (credito: Nathan Bergeron)

Varsóvia (crédito: Nathan Bergeron)

Que factos históricos nos contarias para que compreendamos melhor esta cidade?

O que provavelmente necessita duma explicação é  a balburdia arquitectónica que é  Varsóvia. Para bem compreender esta mistura de estilos novos e velhos é  necessário aprender alguns factos acerca da história polaca recente- A Revolta de Varsóvia, durante a Segunda Guerra Mundial e a época do comunismo. Para bem entender estes dois momentos da história da cidade é obrigatória uma  visita do Museu da Revolta de Varsóvia.

Como descreverias os Polacos em geral e os Varsovianos em particular?

Na Polónia dizemos- dois polacos, três opiniões diferentes! :) Isto para dizer que cada um tem a sua opinião, mas  eu acho que apesar de os polacos terem  um carácter algo complicado, somos de maneira geral uma nação amigável e adoramos quando um estrangeiro tenta falar polaco!

O que é que os habitantes de Varsóvia fazem ao fim de semana?

Vão passar o fim de semana à sua terra natal!:) Os que ficam ou os que são de Varsóvia, passam o fim de semana num dos 76 parques de Varsóvia, a passear, andar de bicicleta, andar de patins , numa esplanada ou a tomar banhos de sol. No Inverno, e especialmente na época festiva, os varsovianos gostam de passear na cidade velha e admirar as bonitas decorações de natal!

Parque Wazienki (Credito: Bartosz Kostrzewa)

Parque Łazienki (crédito: Bartosz Kostrzewa)

 

Que itinerário recomendarias a alguém para descobrir Varsóvia em dois/três dias?

Dia 1- O caminho Real

Este é a rota que vai da Cidade Velha até ao Palácio de Wilanów (antigo palácio de campo dos reis polacos). Começas na Cidade Velha, descendo  a rua Krakowskie Przedmieście e a rua Nowy Świt até à praca Trzech Krzyży. Depois apanhas um autocarro (ou caminhas) até ao Parque Łazienki. Depois de passear pelo parque apanhas um bus para o Palácio de Wilanów.

7706408948_446c13d1c1_z

Cidade Velha (crédito Vadim Klochko)

Dia 2: Visita a Museus

Para acabar o dia, visitem o terraço do Palácio da Cultura!

Dia 3- Powiśle e Praga

Para sair do percurso turístico, visitem os bairros de Powiśle e Praga, especialmente no Verão.   A zona de Praga é famosa pelas galerias de arte alternativas alojadas em antigas fabricas, e bares e discotecas cool. Se fores durante a noite, talvez seja melhor ires com um amigo polaco para te mostrar onde ir e os sítios a evitar! Powiśle é perfeito para chill out no verão num dos bares ou parques à beira rio.

 

Palacio de Wilanow (Creditos: Agnieszka)

Palacio de Wilanow (crédito: Agnieszka)

E falando de comida, que pratos típicos a provar?

Żurek (sopa), pierogi (uma espécie de raviolis polacos com diferentes recheios), bigos (couves fermentadas com diferentes tipos de carne, idealmente para comer no inverno), szarlotka (tarte de maçã) e sernik (cheesecake).

 

Que restaurantes recomendarias em Varsóvia?

Para restaurantes budget, experimentem um dos “Bares de leite” de Varsóvia. O melhor e o mais moderno é o Prasowy na rua  Marszałkowska . A comida é simples mas deliciosa e extremamente barata!

Para algo mais gourmet, mas com preços ainda razoáveis, experimentem o restaurante Różana ou o Soul kitchen  . Para uma cozinha polaca de topo, vão ao Tamka 43  ou ao  Atelier Amaro. Preparem-se para gastar uma fortuna!

706361437_480d83238b_z

Pierogui (crédito: Vanessa Pike-Russell)

E coffeshops? Diz-nos alguns simpáticos!

Alguns dos meus cafés preferidos em Varsóvia são o Próżna, o Szpilka, e o Charlotte.

 

E se quisermos comprar alguns souvenirs?

 

Doces Wedel, da loja de chocolates na rua Szpitalna 8

-Artesanato Cepelia.

-Luvas feitas à medida na Rua Chmielna numero 10. É uma loja com mais de 100 anos, datada de 1900. Nao tem site web, mas aqui fica um artigo com algumas fotos.

-Roupa- Risky, uma marca Polaca.

 

Como irritar um Polaco/Varsoviano?

Polaco- Dizer que o Chopin e a Marie Skłodowska (Curie) eram franceses e que Copernicus era Alemão!

Varsoviano- Dizer que a cidade é feia e cinzenta!

 

3 Frases polacas a aprender?

Dzień dobry- Bom dia

Wodę niegazowaną poproszę- Água sem gás por favor

Dziękuję- Obrigado

 

Algumas curiosidades da cultura Polaca?

–          A ultima terça feira da época de carnaval é a Quinta Feira Gorda, altura em que comemos pączki (bola de berlim polaca) e faworki (um tipo de pastelaria) até cair para o lado!

–          Se visitarem a Polónia durante a Páscoa, tenham cuidado para na Segunda feira de Páscoa para não ficarem completamente molhados! A tradição mandava que os rapazes entornassem baldes de água nas raparigas que gostavam. Hoje em dia a tradição mudou  e bandos de jovens percorrem as ruas a molhar toda a gente!

 pączki (crédito: Marcin Bajer)

pączki (créditos: Marcin Bajer)

 

 

 

Comments

comments

No Responses to “Palavra a quem é de lá: Varsóvia”

Trackbacks/Pingbacks

  1. O meu novo trabalho e impressões de Berlim - 125 Azul | 125 Azul - […] de mais, ao passear pelas ruas de Berlim lembro-me de Varsóvia, onde morei dois anos. Penso que por serem …

Comenta

O seu endereço de email não será publicado.

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>