O que ver na Nova Zelândia- 14 sítios a visitar

 

A beleza da Nova Zelândia é conhecida em todo o mundo e era um dos pontos mais aguardados da nossa volta ao mundo! Não nos desiludiu e foi sem dúvida um dos nossos países favoritos, talvez o mais bonito em termos de paisagens.

O único problema é que com tanto para ver, com duas ilhas para descobrir e com tempo limitado, num sítio que devido à distância só iremos visitar uma vez na vida, é importante planear bem o itinerário. Hoje, num primeiro artigo sobre a Nova Zelândia, deixo-vos os principais sítios a visitar nas duas ilhas. Mesmo com 3 semanas/1 mês será difícil visitar estes sítios todos, por isso quando planearem o vosso itinerário terão que fazer escolhas difícieis do que descobrir melhor e do que deixar de parte…

 

Mapa Nova Zelandia

 

 

 

Ilha do Norte

 

 

Auckland

Auckland leweeg10

Porto de Auckland: Créditos: leweeg10

 

Auckand é normalmente o ponto de entrada na Nova Zelândia. Apesar de não ser a capital é a cidade mais importante a nível de actividade económica e dinamismo social/cultural. Tal como todas as cidades da Nova Zelândia, por serem relativamente recentes, não tem um interesse turístico por aí além, sendo mais um ponto de partida para descobrir a ilha. O porto da cidade é a definitivamente a parte mais interessante a visitar.

 

Bay of Islands

02 bay of islands patarika

Bay of Islands. Créditos: Patarika

 

A norte de Auckland, a 3 horas de carro, a Bay of Islands é um sítio de uma beleza incrível e cheio de história Maori. Com um clima sub-tropical (calma, ainda é Nova Zelândia pelo que será sempre fresquinho!), e com um conjunto de 144 ilhas entre o cabo Brett a a península de Purerua, esta zona da Nova Zelândia não consta no itinerário turístico normal mas vale imenso a pena descobrir!

 

Coromandel Peninsula

 

03- Coromandel Peninsula

 

A nordeste de Auckland, a 1.5 h de carro, esta Península é conhecida pelas praias, fontes termais, estradas cénicas à beira mar.

 

Hobbiton

 

Hobbiton

 

Para os fãs da Saga do Senhor dos Anéis esta é uma paragem obrigatória. O parque temático é nem mais nem menos que o cenário do The Shire, utilizado em todos os filmes dos Senhores dos Anéis. Apesar da não haver hobbits ou qualquer outras personagens (o que é uma pena), é um meio dia bem passado, com uma visita guiada cheia de pequenas histórias acerca das filmagens.

 

Rotorua

 

Rotorua

 

Rotorua é a zona de águas termais por excelência, para além de ser uma zona muito importante para a Cultura Maori. Há vários pontos de interesse, com diferentes tipos de actividade geotermal, com geisers, quedas de água quente ou piscinas de lama. Wai O Tapu na foto é talvez o sítio de passagem obrigatória.

 

Tongariro National Park

 

the-tongariro-alpine-crossing

Tongariro Alpine Crossing. Créditos: Turismo Nova Zelândia

 

O Parque Nacional de Tongariro é conhecido a nível mundial por ser o cenário onde foi filmado o maléfico Mordor, do Senhor dos Anéis. Esta zona é um contraste incrível com as paisagens verdes típicas da Nova Zelândia. Esta é provavelmente a caminhada de um dia mais bonita da Nova Zelândia, atravessando a  cadeia montanhosa ao longo de crateras de vulcão e de rios de lava solidificados.

 

Wellington

First-time-visitors.topjpg

 

A capital do país, Wellington é acima de tudo a cidade onde se apanha o ferry para a Ilha do Sul. Além disso, alberga o melhor museu da Nova Zelândia, o Te Papa, Museum of New Zealand, que tem várias exposições interactivas, sobretudo a nível da riqueza geológica do país e do seu passado Maori.

 

 

Ilha do Sul

 

Marlborough

12764379_a0707de3c0_b

Vinhas de Marlborough. Créditos: Dan Nelson

 

Para os amantes de vinho, esta é a zona a visitar. Marlborough é a principal zona vinícola da Nova Zelândia, especialmente conhecida pelo seu Sauvignon Blanc, considerado por muitos o melhor do mundo!

 

Abel Tasman National Park

Abel Tasman National Park NELSONNZ

Abel Tasman National Park Créditos: NELSONNZ

 

Para quem procura praias e um tempo mais quente na Nova Zelândia, este é o sítio a ir. Acima de tudo é um sítio para fazer caminhadas variando entre praias de areia, florestas e riachos.

 

Glaciar Franz Joseph

 

Franz Joseph Alex Can

Franz Joseph Créditos: Alex Can

Baptizado pelo explorador austríaco Julius von Haast em 1865 em honra do imperador austríaco, este glaciar já era conhecido pelos Maoris por Ka Roimata o Hinehukatere, “As lágrimas de Hinehukatere” . Juntamente com o glaciar Fox, nas redondezas,  são os dois glaciares do mundo a menor altitude, a apenas 240 metros do nível do mar.

 

Milford Sound

 

Milford Sound

 

 

Milford Sounds é provavelmente a paisagen mais incrível da Nova Zelândia. Um braço de mar que entre pela terra a dentro, num cenário montanhoso inóspito, este sítio visita-se de barco e é paragem obrigatória para qualquer pessoa que visite a Nova Zelândia

 

Catlins

DSC_0578.a76ef047d8d24c03823acdf41c4ee7c8

 

A zona costeira dos Catlins, ao longo da costa Sudeste da Ilha do Sul é um pequeno cantinho fora dos Roteiros Turísticos, mas que vale imenso a pena, sobretudo pelas paisagens verdes e rebanhos de ovelhas e vacas mesmo à beira mar, com uma roadtrip incrível ao longo da costa recortada.

 

 

Lagos da Ilha do Sul- Queenstown

Queenstown

 

Toda a Nova Zelândia está coberta de lagos, mas a zona de Queenston, com os lagos Wanaka, Hawea, Tekapo entre outros é simplesmente incrível, especialmente se o céu estiver descoberto. Para os amantes de desportos radicais, Queenstown é a capital da aventura da Nova Zelândia!

 

 

Akaroa

Akaroa

 

A península de Akaroa, mesmo ao pé da cidade de Christchurch (recentemente muito destruída por um terramoto), é um sítio cheio de charme , rodeada de mar e com um fjord que entre pela terra a dentro. A pequena vila pitoresca de Akaroa, tem um passado com influência francesa, que ainda se vê ao passear pelas suas ruas.

 

 

Já estiveram na Nova Zelândia? Que outro sítios consideram obrigatórios visitar? Quais destes sítios sáo imperdíveis?!

 

Comments

comments

Comments are closed.