Não há um Bali, mas vários! (Semyniak e Kuta…)

Imaginem um turista civilizado, digamos um nórdico (essa gente porta um ar de civilização e classe, não sei bem porquê), que, ao chegar a Portugal, via Faro, começou a sua visita por Albufeira, durante a passagem de ano. Para além de frio e chuva, apanhou com centenas de bifes bêbados. Se a sua viagem a Portugal tivesse ficado por ali, certamente que a opinião do nosso país não seria a melhor…

 

Foi um experiência algo análoga,( mas não tão traumática), que se passou quando chegámos a Bali. Decidimos passar a nossa primeira noite em Semyniak, uma estância balnear bastante desenvolvida,  por 1) ser perto do Aeroporto (depois dum voo às 6 da manhã não queríamos grandes trajectos) e 2) tínhamos uma parceria com um hotel neste sítio.

Semyniak, tal como Kuta são a Albufeira de Bali. Para os nossos amigos brasileiros que estão a ler o artigo, Albufeira é a cidade costeira no Algarve, preparado para o turismo de massa inglês, cheio de bares, lojas e animação, mas não o sítio ideal para quem procura as melhores praias e um relax. Troquem os ingleses pelos Australianos, e a impressão com que fiquei de Bali naquele momento foi semelhante à do Nórdico que só visitou Albufeira. Pior, devido à época das chuvas, as praias daquela zona, de uma areia cinzenta estavam cobertas de lixo (literalmente cobertas!). Um nojo!

 

DSC_0857

Bom…à noite as coisas melhoraram. Fomos dar uma volta de scooter e é verdade que é simpático passear no meio da animação, das lojas e da variedade de restaurantes…

Isso fez-me pensar que Bali é na verdade, um destino turístico completo, com algo para todo o tipo de turistas. Malta nova que só quer party à noite e ressacar durante o dia? Podem vir. Surfistas? Também. Malta do Yoga? Venham. Casais novos que gostam duma onda mais tranquila mas que um dia ao outro gostam de animação. Óptimo, também há a  vossa cena. À procura de coisas tradicionais, como templos, cerimónias religiosas ou paisagens naturais, sejam de montanha ou de praia? Checked. Mergulho e Snorkeling? Há em vários sítios.

Seria injusto para Bali, assim como teria sido injusto para Portugal julgar Bali por Semyniak/Kuta (ou Albufeira). Em Bali há mesmo de tudo e basta somente pesquisar um pouco para saber o que se adapta aos nossos gostos. É por isso que o 125Azul está cá! Par vos mostrar o bom e o mau (ou melhor, o bom para umas pessoas e o bom para outras!)

Se a vossa onde é algo mais comercial, de party, de lojas e de uma variedade incrível de restaurantes, Semyniak e Kuta são o vosso destino. Para casais como nós, que gostamos algo de mais tranquilo e chill out, onde vemos mais locais que turistas, não fiquem aqui. Mas o sul da ilha, a península de Bukit é suficientemente pequena para ficarem numa praia um pouco mais a sul e apanhar um taxi para vir aqui à noite beber um copo, ir a um restaurante melhor ou fazer umas comprinhas.

DSC_0862

Kuta e Semyniak- dois sítios para descobrir hotéis e lojas in

 

Informações Práticas

 

– A melhor maneira de se deslocar com malas é mesmo de Taxi, desde que usem o Meter. (de Semyniak a Jiramban, para terem uma ideia pagámos 80 000 Rupias, cerca de 5.3 euros)

– A melhor maneira de se deslocar entre praias é alugar uma scooter. O aluguer custa cerca de 4 euros.

– Na estação das chuvas, e em caso de tempestade/vento, esta costa de Bali está bastante exposta aos ventos e correntes, pelo que as praias podem ficar cobertas de lixo, o que acontece muito menos no lado Sul e Este da Península de Bukit.

– A estação das chuvas significa que o clima está um pouco abafado e chove umas duas horas por dia, pelo que se pode visitar à mesma Bali!

 

Onde ficámos em Semyniak

 

Como já repararam, tentamos sempre fazer parcerias com hotéis que pensamos ser bons, trocando promoção no nosso blog pela estadia. É uma win win situation, porque em vez de ficarem com um quarto vazio, o hotel poderá fazer promoção online a custo praticamente 0, e nós temos a possibilidade de aliviar o nosso orçamento, dando a conhecer um hotel que seja bom aos nossos leitores. Mas por vezes, o que pensamos ser um hotel bom, com qualidade para ser promovido , não o é. Foi o caso do sítio onde ficámos em Semyniak. Encontrámos manchas de humidade nas paredes, uma casa de banho em estado lastimável e  o edredon e as toalhas manchadas, sem falar dos mosquitos por todo o lado. O serviço de pick up no aeroporto não apareceu e prometerem-nos um transfer gratuito como compensação para o nosso destino seguinte, mas quando chegou o momento disseram que só seria possível ao fim do dia…. As fotos que estavam no booking.com eram algo enganadoras e os comentários, um misto de coisas boas e menos boas não deixaram prever o tipo de hotel que seria.

Acima de tudo queremos manter a transparência e a honestidade das nossas recomendações, e assim sendo claro que não poderia recomendar recomendar este hotel. Perguntei ao proprietário se queria uma análise honesta no meu blog ou se preferia cancelar a nossa parceria e não mencionar o nome do hotel. Foi o que preferiu, e no artigo de hoje não haverá recomendação.

 

***********************************

Gostaste deste artigo? Ajuda-nosa divulgar o 125Azul partilhando o artigo nas tuas redes sociais!

Já nos segues no Facebook, para seguires passo a passo a nossa volta ao mundo? Se ainda não, clica aqui!

Já nos segues no Instagram, para veres as nossas melhores fotos?  Se ainda não, clica aqui!

Já subscreveste à newsletter do 125Azul para não perderes um artigo? Se ainda não, clica aqui!

 

 

 

Comments

comments

Comments are closed.