Mantas gigantes em Moçambique- Sem palavras! (vídeo)

 

Há coisa de uns dois anos, por entre um tvzapping, deparei-me por acaso numa daquelas emissões de vida animal, num canal francês, que mostravam uma água azul azul e mantas gigantes a deslizar, a pairar por entre as águas, com uma subtileza de movimentos que me hipnotizou e manteve-me agarrado à televisão durante uma boa hora. Nesse dia ouvi falar pela primeira vez duma pequena praia em Moçambique chamada Tofo, que o programa descrevia como provavelmente o melhor sítio do mundo para observar estes animais magníficos! Nesse dia, Tofo passou imediatamente para um dos lugares cimeiros da minha bucket list, e na altura de planear o roteiro da nossa volta ao Mundo, soube que Moçambique e Tofo seria uma paragem obrigatória!

Para quem mergulha sabe bem a magia que é o mundo aquático, a calma, o mood zen com que nadamos lado a lado com peixes de todas as cores. E às vezes temos a sorte de ver criaturas mágicas como tartarugas gigantes (que vi nas Filipinas) ou tubarões baleia (que vi na minha primeira grande viagem na Tailândia). As raias gigantes fazem parte deste grupo restrito criaturas marinhas que qualquer encontro se transforma imediatamente numa das experiências mais mágicas já vividas.

Quando estivémos em Tofo, infelizmente era Inverno, o que queria dizer que 1) a visibilidade não era a melhor e 2) que o mar estava bastante agitado, o que fez o mergulho dos mais agrestes que já tive. Mergulhar neste sítio é basicamente entrar no Zodiac, um grande barco de borracha directamente da praia, cortar a fundo a linha das ondas e depois fazer uma viagem de 20 a 30 minutos, bem ao largo de Tofo, quase no alto mar, e parar num sítio preciso, identificado com coordenadas gps, e mergulhar do barco, e nadar verticalmente, até ao fundo, até cerca de 30/35 metros. Por ser bastante profundo, as cores já estão bastante esbatidas, e por ser o mar estar tão agitado, a visibilidade também não é a melhor. Não é portanto aquele mergulho onde somos invadidos de cardumes e cardumes de peixes de todas as cores, num orgasmo de cores e vida. Não. Estamos aqui para uma só coisa. Raias Gigantes. E quando as vimos, posso vos dizer que ninguém sente falta dos peixes coloridos. Preparei um pequeno vídeo para poderem viver, por momentos esta experiência mágica:

 

Em Tofo há vários operadores de mergulho. E nem sempre é fácil saber qual escolher. Mas depois de ter começado a falar com um deles para ir mergulhar, e depois de terem cancelado dois dias seguidos o mergulho por alegado mau tempo, (quando via outros barcos a partirem cheios de mergulhadores) resolvi ir falar com a boa gente do Tofo Scuba. Que diferença relativamente à outra escola onde tinha estado! Uma azáfama de mergulhadores, de instructores, muito boa onda, e uma escola mesmo à frente à praia, com um bar e um restaurante para descansar entre mergulhos! Assim que entrei soube logo que queria mergulhar com esta malta. Escolher uma escola de mergulho é mesmo assim, uma questão de feeling! E acreditem que precisava de ter um bom feeling porque a minha última experiência de mergulho não tinha sido a mais fácil (muito resumidamente, tentei fazer um curso de deep dive PADI, para mergulhar até 40 metros, numa altura em que não tinha feito muitos mergulhos recentemente. A coisa correu mal, e nao me senti à vontade lá em baixo e tive que interromper o curso a meio!) Ou seja, estava um pouco apreensivo para mergulhar, especialmente com o mar bravo, e directo para uma profundidade de 30 metros…mas os instructores conseguiram assegurar-me que não seria difícil e tudo correu bem! Não posso deixar de recomendar esta escola para quem venha ao Tofo!

 

DSC_0160

DSC_0081

DSC_0044

DSC_0054

 

Declaração de interesses: A Tofo Scuba ofereceu-nos 30% de desconto nos mergulhos. Como sempre, as opiniões aqui expressas são da minha responsabilidade.

Comments

comments

Comments are closed.